12 de abril marca o arranque do maior Andebolmania de sempre

O Andebolmania continua a inovar em todos os aspetos. Depois de no ano passado a organização ter escolhido o Centro Comercial 8.ª Avenida para a apresentação oficial do evento, agora foi o Museu do Calçado, situado na Torre da Oliva, que serviu de cenário para a divulgação da edição de 2017 do torneio internacional de andebol promovido pela secção da modalidade da Associação Desportiva Sanjoanense e que decorre de 12 a 15 e abril.
Os números não enganam e fazem com que José Fonseca, responsável pelo departamento de comunicação do evento, defina a edição deste ano como “a maior de sempre”. Cerca de 2.400 atletas provenientes de 150 equipas, 63 das quais são portuguesas e 84 espanholas, às quais se juntam três francesas, são números que fazem deste o mais participado Andebolmania de sempre. “Este ano perdemos a cabeça”, confessa José Fonseca, que acredita que a média diária de visitantes deverá rondar as seis mil pessoas, sendo estimado um impacto económico para a região na ordem dos 750 mil euros. “A hotelaria da cidade já está esgotada e nos concelhos vizinhos a taxa de ocupação é bastante elevada”, esclarece o responsável, que admite que o crescimento que o torneio tem vindo a registar ao longo das edições tem obrigado a organização a inovar. Este ano não será exceção e para além das iniciativas que já fazem parte da imagem do evento, como o Best Trick Show, o Andebolmania17 conta com algumas novidades, como a festa de apresentação das equipas, que irá decorrer no centro da cidade, ou a sessão com o selecionador nacional Paulo Pereira com o tema “Trabalhar com jogadores jovens, que necessidades?”.
Sublinhando também a inovação que tem caracterizado o evento, Luís Vargas, presidente da Associação Desportiva Sanjoanense, salientou a “união da secção, nomeadamente no Andebolmania. “Já é uma secção unida, e nota-se o empenho e solidariedade das pessoas em torno deste evento”, frisou Luís Vargas, pouco antes de Paulo Cavaleiro, vice-presidente da Câmara Municipal de S. João da Madeira, que elogiou a iniciativa da secção em levar o torneio à Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL). “É uma forma de dizer que isto é um produto”, referiu o autarca, que garantiu a continuidade do apoio da autarquia para que o evento “cresça ainda mais no futuro”.
E foi precisamente o crescimento do Andebolmania que permitiu que a secção atravesse hoje tempos mais tranquilos, como vincou José Pedro Silva, vice-presidente da Sanjoanense e responsável pelo andebol alvinegro. “Os torneios realizados deram-nos credibilidade e hoje conseguimos chegar a outros patrocinadores”, refere o responsável, sublinhando que foi também a evolução do evento que permitiu sanear as contas da secção, que hoje tem como prioridade “trabalhar para uma formação de topo”.

Não é possível realizar comentários.

Não fiques de fora. Contamos contigo!

Junta-te a nós e recebe notícias exclusivas sobre a A.D. Sanjoanense!