Alma alvi-negra no Dragão Caixa

FC Porto 9 x Sanjoanense 2

5 Inicial: David Nogueira, Filipe Leal, Pedro Cerqueira, Chico Barreira e João Oliveira

Jogaram Ainda: Marco Lopes, Daniel Homem, Alfredo Nogueira, Afonso Santos e Roberto Ribeiro

Golos: Daniel Homem e Chico Barreira

A Sanjoanense voltou a perder, depois do primeiro ponto conquistado, na última jornada, nos Carvalhos. Ainda assim, os alvi-negros voltaram a deixar uma imagem positiva num resultado que só sofreu um desnível maior no momento em que os visitantes acusaram o desgaste físico provocado pelo alto ritmo que o FC Porto colocou na partida.

O Porto, ao contrário do que tinha feito na última jornada, a meio da semana, na recepção aos Carvalhos, fez uma boa exibição, encarando o encontro com seriedade e criando as maiores dificuldades possíveis à Sanjoanense.

No Pavilhão Dragão Caixa, com cerca de meia casa e destaque para a presença de uma centena de sanjoanenses que foram incansáveis no apoio à equipa, os visitados demoraram a chegar ao golo, fruto da boa organização defensiva da Sanjoanense e da concentração do guardião David Nogueira que, negou os intentos locais até aos sete minutos, altura em que Helder Nunes abriu o activo.

Aos onze minutos, Chico Barreira desperdiçou aquilo que poderia ser o empate, numa grande penalidade ao ferro da baliza de Nélson Filipe e, aos vinte minutos, o capitão do FC Porto, Reinaldo Ventura, marcou um golo “à Reinaldo”, numa sticada fortíssima sem hipóteses para David Nogueira, levando o resultado para o intervalo em 2-0.

Na segunda parte, a Sanjoanense teve uma pequena desconcentração fatal, aos três minutos, ao deixar aparecer “Rafa” nas costas e em posição frontal para a baliza, assim fazendo o 3-0. Pouco depois, Vítor Hugo, em lance individual só ao alcance dos melhores, fez o 4-0.

A Sanjoanense nunca desistiu e, numa assistência de Filipe Leal que isolou Daniel Homem, o avançado proveniente do Mealhada bateu Nelson Filipe, fazendo o 4-1. Aos doze minutos, Daniel Homem falhou o “bis”, ao desperdiçar um livre-directo.

À passagem do quarto de hora da segunda parte, Hélder Nunes bisou mas, o melhor marcador alvi-negro, também quis deixar a sua marca e concretizou uma grande penalidade aos dezanove minutos, fazendo o 5-2.

A partir deste período, a Sanjoanense  caiu um pouco fisicamente e, com dois erros defensivos sucessivos, permitiu ao FC Porto ampliar a vantagem para 7-2, com dois golos de Jorge Silva. Até ao final, Vìtor Pereira deu oportunidade a Roberto Ribeiro, ainda com idade de júnior, de se estrear no campeonato da I Divisão, período que coincidiu com mais dois golos do FC Porto, um por Caio e outro por Jorge Silva.

Na próxima jornada, que se disputará na Quarta-Feira dia 25 de Novembro, os alvi-negros recebem a Juv.Viana.

Classificação

ClubeJVEDP
AD Sanjoanense/Delba1011813
S.L. Benfica10100030
F.C. Porto990027
Sporting C.P.10100030
Vitória Setubal1041519
Águas Santas860220
A. Avanca1040618
Póvoa AC620410
Boavista F. C.80088
F. C. Gaia71069
ISMAI802610
S. C. Horta721412
Os Belenenses642016
Boa Hora913514
ABC Minho1051421
Madeira SAD621311