Ser melhor e não vencer – Capítulo V

  • Sanjoanense voltou a ser melhor, dominou mas não venceu.
  • Primeira volta termina sem triunfos caseiros.

O calvário caseiro vai longo e apenas poderá terminar na segunda volta desta primeira fase. Na receção ao Gafanha, em jogo da 9ª jornada do Campeonato de Portugal Prio, a Sanjoanense voltou a não ser feliz e não conseguiu desfeitear o nulo, apesar das muitas oportunidades de que dispôs.

Ciente da importância de um triunfo, não só porque ainda não o tinha conseguido no Conde Dias Garcia, em jogos do campeonato, mas também pelo facto de se tratar do último jogo da primeira volta, o conjunto de Ricardo Sousa desde cedo procurou a baliza contrária e, logo aos 2 minutos, Ruben Neves, a passe de Aloísio, surgiu isolado, já dentro da grande área, e acabou derrubado por Luís mas, apesar dos muitos protestos, Leonardo Marques considerou normal a ação do guarda-redes forasteiro, optando por não assinalar o castigo máximo.

A lutar para subir na classificação, o Gafanha mostrava querer vender cara a derrota e, apoiado numa forte coesão defensiva, procurava, a espaços surpreender. Aparício foi o primeiro a tentar a sorte mas, à entrada da grande área, atirou por cima da baliza à guarda de Diogo e, pouco depois, num lance envolto em polémica, Leonardo Marques não hesitou em apontar para a marca de grande penalidade, castigando um toque aparentemente involuntário de Burgos num avançado contrário. Ainda assim, o guarda-redes alvinegro tinha uma palavra a dizer e, na resposta à conversão de Nuno Francisco, segurou o esférico, mantendo a igualdade.

Numa primeira parte pautada pelo equilíbrio, foram escassas as vezes em que Sanjoanense e Gafanha visaram o último terço com perigo, muito por culpa, também, do mau estado do relvado, que condicionou bastante o desenrolar do encontro, principalmente para uma Sanjoanense que gosta de ter bola e praticar um futebol apoiado.

Ainda assim, os homens de São João da Madeira voltaram a estar perto da vantagem mas Ronan, primeiro, chegou ligeiramente atrasado a um cruzamento de Bruno Almeida e Burgos, pouco depois, falhou por pouco o alvo, num cabeceamento após canto de Ruben Neves.

O nulo verificado ao intervalo justificava-se pelo equilíbrio e pela incapacidade das duas equipas em criar lances de perigo, o que obrigava a que a Sanjoanense entrasse muito mais determinada para a segunda metade. E assim foi. Com apenas quatro minutos jogados no segundo tempo, Chapinha ganhou espaço entre a defesa contrária e, na sequência de um excelente passe de rutura de Bruno Almeida, surgiu na cara de Luís, acabando, porém, por rematar à figura.

Inconformados, os locais encostavam completamente o adversário ao seu meio-campo defensivo, o que obrigava a que os homens da Gafanha recorressem ao contra-ataque ou às bolas paradas na tentativa de chegar ao último terço. Rato, aos 51 minutos, esteve perto da surpresa e, na cobrança de um livre a cerca de 25 metros da baliza alvinegra, obrigou Diogo a grande defesa.

Mesmo assim, o jogo mostrava ter sentido único e a iniciativa pertencia totalmente à Sanjoanense, cada vez mais pressionante e ativa na procura da vantagem.

Quatro minutos depois, Ronan voltou a ganhar posição à defesa contrária e assistiu Ruben Neves que, de cabeça, atirou ao lado e, pouco depois, foi a vez do médio combinar com Chapinha que, novamente em posição privilegiada, viu o golo negado por uma excelente intervenção de Luís, para desespero de equipa e adeptos.

Claramente em dia não, no que a golos diz respeito, os comandados de Ricardo Sousa não desistiam e, a cinco minutos do final, Chapinha voltou a ter nos pés a vantagem mas, já em esforço, atirou de pé esquerdo, falhando por pouco o alvo.

Até final, foi muito forte o pressing dos locais que, ainda assim, não conseguiram concretizar o domínio, voltando a ceder pontos no seu reduto.

Na próxima jornada a Sanjoanense desloca-se a Lourosa, para um sempre quente e apetecível derby regional.

ClubeJVEDP
AD Sanjoanense62319
Sp Espinho61144
Lourosa52127
Vildemoinhos50141
Valadares31023
Canelas 2010550015
Anadia42208
Águeda42026
Beira-Mar641113
S. J. Vêr52218
Vila Cortez51043
Castro Daire52127