Exibição personalizada ajudou a repetir triunfo no dérbi

Estádio Lusitania Lourosa

Lourrosa 1 x Sanjoanense 3

Ao intervalo 1-1

Árbitro: José Almeida – AF Lisboa

Lourosa: Leo, Vitinha, Henrique, Gil Dias, Serginho (Wilson 70), Paulo Grilo (Helder Castro 83), Paulo Tavares ( Jaime Poulson 57), Leo Cordeiro, Diogo Cunha (c), Goba e Leo.

Treinador – Rui Quinta

Sanjoanense: Diogo Almeida, Gil Barros, Ruben (c), Godinho, Daniel, Barbosa, George, Paulinho (Rui Faria 62), Belkheir (Belkheir 93), Elder Santana e Edson (Ibrahim 72).

Treinador – Sérgio Machado

Golos: Belkheir 36, Goba 40, Paulinho 59 e George 74.

Amarelos; Henrique, Gil Barros, Léo Cordeiro e Belkheir.

A Sanjoanense voltou a ser feliz no dérbi aveirense diante do Lusitânia de Lourosa, em jogo da Série B do Campeonato de Portugal, ao repetir o resultado da primeira volta, assegurando novo triunfo (3-1).

Com uma exibição personalizada, os comandados de Sergio Machado souberam gerir bem os vários momentos de jogo, mostrando capacidade para sofrer e aguentar as investidas do adversário, anulando os seus pontos fortes, e revelando capacidade para o ferir nos momentos cruciais.

Depois de algum equilíbrio inicial, foi mesmo a Sanjoanense que se adiantou no marcador, por intermédio de Belkheir, que, pouco depois da meia-hora de jogo, deu a melhor sequência a um cruzamento muito bem medido de Élder Santana, cabeceando para o golo.

De seguida, Paulinho procurou tirar as medidas à baliza contrária, mas, de pé esquerdo, atirou ao lado, num remate que serviu de ensaio para o que aconteceria mais tarde.

A resposta dos locais, porém, não tardou e, a cinco minutos do descanso, Goba surgiu no coração da área para, também de cabeça, responder a um cruzamento desde a esquerda, restabelecendo a igualdade, resultado que se verificava ao intervalo.

A segunda metade prometia uma maior pressão da formação de Lourosa, que, a jogar em casa, pretendia manter a distância pontual para os perseguidores. Mas, uma vez mais, foi a turma alvinegra que se superiorizou, voltando à vantagem com um pontapé indefensável de Paulinho. Um golo de outro mundo do jovem médio, que se estreou a marcar pelo clube.

Novamente na frente do marcador, os homens de São João da Madeira geriam as investidas contrárias e apostavam nas transições para chegarem com perigo ao último terço. E foi num desses momentos que colocaram um ponto final no encontro. George, em zona central, deu sequência a uma jogada de insistência de Belkheir e arriscou o remate, que sofreu um desvio num defesa contrário e enganou Leonardo.

Até final, e apesar da insistência, o Lourosa não conseguiu desmanchar a defesa da Sanjoanense, que repetiu o triunfo da primeira volta e regressou, assim, às vitórias no campeonato.

No próximo domingo, o jogo entre a Sanjoanense e o Paredes, será à porta fechada, por indicação da FPF, acerca da propagação do COVID 19.


ClubeJVEDP
AD Sanjoanense10101
Sp Espinho10010
Lourosa11003
Vildemoinhos10010
Valadares10010
Canelas 201011003
Anadia11001
Águeda10010
Beira-Mar10010
S. J. Vêr10101
Vila Cortez11003
Castro Daire11003