Sanjoanense entra na luta pela subida

Estádio Conde Dias Garcia

Sanjoanense 1 x Leça FC 0

Árbitro – Bruno Costa – AF Viana do Castelo

Sanjoanense: Diogo Almeida, Gil Barros, Ruben (c), Godinho, Aldair, Barbosa (Sandro 69), Danso, Sam (Jota 91), Zé Leite (Paulinho 75), Elder Santana (Nonato 55) e Márcio (Tarcísio 75).

Treinador – Sérgio Machado

Leça: Cristiano, Joel (Varela), Vasco Coelho (Assane), Materazzi, Cavadas, Guilherme, Teles, João Paulo (Anthony), Nelsinho (c), Isacc Cisse (Rudy) e Jardel (João Paulinho).

Treinador – Domingos Barros

Golo: Barbosa 59’

A AD Sanjoanense bateu o Leça FC (1-0) num jogo com poucas oportunidades de golo, mas com mais posse de bola dos visitantes. O golo de Barbosa (59’) deixa a Sanjoanense a depender só de si na luta pela subida à Liga 3.

No arranque da segunda volta da fase de acesso à Liga 3, a AD Sanjoanense recebeu e venceu o Leça FC (1-0) e entrou na corrida para a subida. Apesar da vitória, o jogo não foi fácil para os alvinegros, que demonstraram alguma ansiedade inicial por força da necessidade de terem de vencer.

Entrou melhor no jogo o Leça e logo aos três minutos, João Paulo, um dos jogadores mais influentes do ataque leceiro, deixou um aviso a Diogo Almeida, ao rematar forte junto ao poste direito, obrigando a uma excelente intervenção do guarda-redes da equipa da casa.

Estavam por cima no jogo os comandados de Domingos Barros e, novamente João Paulo, à passagem dos 14 minutos, criou perigo após ganhar um ressalto de bola, com remate forte a sair ao lado. A equipa do Leça continuava à procura do golo, até porque, em caso de vitória asseguraria a subida à Liga 3, daí estar a assumir as despesas do jogo.

Aos 37 minutos, mais um lance de perigo a pôr Diogo Almeida à prova, num livre bem batido pelo experiente Nelsinho. Mas, defensivamente, a Sanjoanense ia dando conta do recado e, ainda antes do intervalo, até podia ter chegado ao golo, por duas vezes, em lances rápidos de transição. Primeiro, à passagem dos 41 minutos, Zé Leite foi à linha, do lado direito do ataque alvinegro e cruzou para o coração da área, mas Élder Santana não chegou a tempo de emendar. E dois minutos depois, os mesmos protagonistas, mas em papéis invertidos, com Zé Leite a falhar a emenda à entrada da pequena área.

As equipas recolheram aos balneários com uma igualdade a zero, resultado que se aceitava. Apesar de não ter havido grandes oportunidades de golo, os visitantes foram os que mais fizeram por chegar à baliza contrária. A Sanjoanense limitou-se a tentar surpreender em contra-ataque, mas demonstrou alguma dificuldade em pegar no jogo, precisando urgentemente do intervalo para tentar mudar o rumo dos acontecimentos nos segundos 45 minutos.

Élder Santana teve de ser assistido no hospital

A segunda parte começou com o Leça a tentar mandar na partida, mas a Sanjoanense ia fechando bem os caminhos da sua baliza. No entanto, o reinício da partida havia de ficar marcado com a lesão de Élder Santana. O avançado e Vasco Coelho chocaram de cabeça, tendo ambos sido substituídos e assistidos no hospital.

O jogo ia-se disputando muito a meio campo, mas nem sempre com os lances bem definidos. A espaços, a Sanjoanense ia tentando chegar à baliza de Cristiano e, aos 58 minutos, Zé Leite, foi à linha do lado direito, mas o melhor que conseguiu foi ganhar um canto, por sinal o primeiro da partida para os alvinegros. Chamado à conversão, Márcio Machado colocou a bola ao primeiro poste, onde numa molhada de jogadores estava o central Rúben que desviou de cabeça, e na pequena área apareceu Barbosa que só teve de empurrar para o fundo da baliza. Estava inaugurado o marcador e, a partir daqui, a equipa soltou-se um pouco mais.

A perderem, os leceiros tiveram de correr atrás do prejuízo e Domingos Barros lançou mais gente para a frente de ataque. Aos 69 minutos, dupla substituição, com a entrada de Varela e Rudy. A partir daqui, a equipa visitante começou a acercar-se mais da baliza de Diogo Almeida e a criar mais perigo, muito também por culpa dos alvinegros que recuaram no terreno.

Aos 75 minutos, Sérgio Machado tentou responder e refrescou a equipa, com a entrada de Paulinho e Tarcísio, mas o Leça continuava com mais posse de bola. Apesar do domínio territorial, todos os lances junto da área alvinegra eram bem resolvidos pela sua defesa, que defendia com todas as forças. E foi preciso ir buscar muitas forças, até porque Bruno Costa deu mais oito minutos para compensar o tempo de paragem da lesão de Élder Santana e Vasco Coelho. No entanto, o marcador não voltou a sofrer alteração e a Sanjoanense venceu o Leça por 1-0, mantendo-se na terceira posição, mas dentro da luta pela subida à Liga 3 e só a depender de si própria.

Na próxima jornada, há deslocação a Gondomar, equipa já arredada da possibilidade de subida. O jogo realiza-se no domingo, 23 de maio, pelas 11h00.

Jornal ORegional


ClubeJVEDP
AD Sanjoanense41033
UD Oliveirense43019
L. Lourosa43019
Pevidém SC40131
Fafe41215
SC Braga B40313
Vitória B42117
Canelas 201040222
SJ Ver41306
Montalegre42026
Anadia FC41124
FC Felgueiras431010